segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Dois pássaros livres

Tumblr_m13jdxsejm1r5s1h2o1_500_large

Deitados lado a lado como dois pássaros livres que cantam música juntos; adormecidos como duas almas que só repousam no descanso de um sonho; aquecidos como lenha que arde sem  sequer darmos conta. Dormimos juntos e sonhámos na preciosidade de uma noite passada no calor um do outro. Eram nove e vinte e dois e tu despertaste-me na surpresa de um beijo. Perguntaste-me se tinha dormido bem, eu afirmei com a cabeça e retribui-te a questão. Passei toda a noite acordado a admirar-te. Sabe-me tão bem saber que não tenho de adormecer para sonhar contigo - disseste-me sorrindo e acarinhando-me o pescoço, finalmente. Abracei-te e fechámos ambos os olhos, deixando-nos absorver pela magia das cámelias e magnólias que se vislumbravam da janela da sala. Cegos e sem limites como crianças que correm sem destino aparente, assim estávamos nós. Somos segredos de lábios entreabertos, doçura de corações encontrados à beira-rio e corpos sem chão unidos por laços de afeto. E assim passamos as nossas vidas, salvaguardados na paz um do outro.

11 comentários:

  1. isto está tão quentinho, tão bom.

    ResponderEliminar
  2. Oh, obrigada (:
    Isso sim é uma bela noite!

    ResponderEliminar
  3. Ohhh que lindo *.* É o sonho de qualquer um!

    R: querida os meus não eram muito altos até porque eu já sou alta, mas andar em Lisboa com aquilo bahh

    ResponderEliminar
  4. Adorei! Escreves super bem, ainda falavas de mim :o que bonito! *

    ResponderEliminar
  5. isto é como mél a escorrer-me pela garganta, que lindo <3

    ResponderEliminar
  6. Eu que agradeço, adorei ler, a sério! *

    ResponderEliminar
  7. Não interessa, está mesmo lindo mesmo não sendo verdade (:
    É algo realmente bom!

    ResponderEliminar

Escreve aquilo que estiveres a sentir neste momento.