terça-feira, 1 de janeiro de 2013

Amo-te



Fizeste-me despertar com um doce beijo na testa e um suave toque na face, beijaste-me desde a testa até ao umbigo, onde te deixaste ficar abraçado. O teu cheiro ainda está nos lençóis, no meu corpo e na minha alma. Consigo senti-lo. À medida que vou ganhando forças para abrir os olhos, relembro cada momento da noite anterior: toda a magia, toda a simplicidade, aquele prazer. Quando abro finalmente os olhos oiço-te numa voz baixa e terna a proferir: “Bom dia, meu amor” e eu respondo-te com um beijo. De seguida deitei-me por cima de ti, perfeitamente embutida nesse teu corpo imenso. Deixámo-nos ficar assim umas duas horas induzidos no silêncio daquela manhã de domingo e a recordar a assombrosa noite que haviamos passado juntos. Da janela vislumbra-se o Sol e uma nuvem apenas. Consigo sentir o cheiro a inverno e escutar o precioso pipilar dos pássaros. Sinto que somos um só, que conhecemos tudo um do outro. Tu tens-me na tua mão e toda eu sou um pouco de ti. Sucedeu-se uma incrível sessão de beijos e troca de afetos entre os nossos corpos agora bem quentes. Eu vesti-te e tu fizeste-o também comigo, no mesmo compasso de tempo. Não era isso que queríamos, estávamos inundados de prazer e eu sentia-o, queríamos despir-nos e começar tudo novamente. Beijavas cada pedaço de mim à medida que me vestias e fizeste-o por todo o meu corpo. De almas entrelaçadas despedimo-nos, porque tinhas encontro marcado no trabalho às dez e já havia passado dez minutos dessa  hora. Antes da porta se fechar, beijaste-me o pescoço e eu inalei o teu tão característico cheiro. Disseste-me “Nunca conheci ninguém como tu” e eu respondi-te “Amo-te”, foi o resumir de inúmeros batimentos cardíacos numa só palavra. Abracei-te e mordi-te a orelha.

13 comentários:

  1. Que texto lindo...Identifiquei-me com ele! ;)***

    ResponderEliminar
  2. Que texto perfeito! O amor é isto, e tu mostrá-lo de uma forma linda e simples no belo texto que escreveste. Adorei.

    ResponderEliminar
  3. está tao bonito. está simples e sincero,. gostei muito,
    beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Não tens nada que agradecer, escreves lindamente, o mérito é todo teu.
    E obrigada também :)

    ResponderEliminar
  5. Sei que os comentários são sempre bons, mas já escreveres e deixares por aqui o teu imenso talento, é óptimo. E sabes? Muitos até podem ler e gostar, e por alguma razão não te comentam. Eu muitas vezes quando vou a um blog que sigo, leio, gosto e depois não digo nada porque muitas vezes acho que merecem um comentário melhor do que apenas um simples "Gostei".

    ResponderEliminar
  6. Acho que este texto foi muito bom e que és dona de muito talento :) continua assim, vais longe!

    ResponderEliminar
  7. Não és nada parva. É claro que gostamos sempre que reconheçam o nosso esforço, especialmente quando é um esforço naquilo que mais gostamos :)

    ResponderEliminar
  8. E uma grande fã da tua escrita, também :)

    ResponderEliminar
  9. Ainda gostei mais deste texto do que dos outros, está lindo! :)

    ResponderEliminar

Escreve aquilo que estiveres a sentir neste momento.