quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Já não trocávamos vocábulos havia uma eternidade. Tu costumas lá estar e eu também, mas já não conversamos. É estranho estar contigo no mesmo espaço de sempre e, no entanto, não falarmos como antigamente. Sinceramente não sei se esta mudança foi boa ou foi má, mas creio que acredito mais na última opção. Hoje foste conhecer a A. e, não sei bem porquê, isso custou-me bastante. Senti-me tão estranhamente perdida que optei por fingir que nem ali estava. Corri para a casa-de-banho o mais depressa que pude, mas, em vão, não consegui ficar sozinha nem por um momento. Agora estou sentada no assento do carro e, na escuridão da noite, deixo-me levar em pensamentos sobre como as coisas mudaram. Tudo mudou, eu já não sinto aquela louca, ofegante e indescritível paixão que sentira outrora por ti, mas também não é correto afirmar que me senti bem ao ver-te tão perto dela... Não sei, parece que dói nunca conseguir o que ambiciono e pretendo. Dizem que é bom sonhar, mas isso começa a destruir-me por dentro. Eu sonho e sonho muito, mas a vida anda a correr-me mal e prega-me grandes rasteiras quando menos espero. Já nem a Lua me consola, sinto-me só.

10 comentários:

  1. é estranho, eu sei, sentirmo-nos sozinhos com alguém ao lado.
    é bom sonhar, mas não esqueçamos a realidade. a boa noticia é que nunca estamos sós, mesmo quando o sentimos c: o teu texto está muito melancólico e belo ao mesmo tempo. faz-me reflectir muito c:
    não sei se te baseaste na tua vida ou não, mas de qualquer forma, muito bem!

    ResponderEliminar
  2. Força e tentar sonhar com algo bom e realizável! Gostei do texto embora seja triste!

    ResponderEliminar
  3. Escreves tão bem!
    E acreditar sempre, deixar de sonhar é que não. Força :)

    ResponderEliminar
  4. Já me senti exatamente dessa maneira.
    E acho que o melhor é mesmo tomares uma decisão para ti mesma. Perguntar se achas que há alguma possibilidade de teres algo com essa pessoa de novo e se ia correr bem e se queres mesmo correr risco. Se a resposta for não é esquecer e é apenas uma pessoa querida daí em diante, um amigo :)

    ResponderEliminar
  5. Adorei os teus textos :) escreves mesmo bem! Nunca deixes de sonhar. Eu também sei o que é isso, de sentires que sonhar te destrói, mas também é isso que te torna a pessoa que és. força!

    ResponderEliminar

Escreve aquilo que estiveres a sentir neste momento.